15 de Outubro de 2019

Restaurantes vegetarianos e veganos podem entrar no seu roteiro em Salvador

Apesar de ser uma cidade com quase três milhões de habitantes, Salvador não tem tantos restaurantes vegetarianos e veganos. Mas o cenário vem mudando nos últimos anos. A boa notícia é que muitas das opções existentes podem ser incluídas nos passeios aos principais pontos turísticos da cidade, mesmo por quem não tem alimentação estrita.  

Se você procura opção vegana bem no meio do furacão turístico, tem que ir ao Rango Vegan. Com 11 anos, o restaurante é bastante freqüentado no Santo Antônio, parte mais charmosa do Centro Histórico. Durante a semana funciona para almoço, com cardápio que varia (R$ 18). Entre as opções, comida baiana, falafel de ervilha, tabule, torta de grão de bico. A casa também oferece lanches, salgados, tortas doces. Vá com fé que é bom mesmo sem uma gotinha de leite condensado!  Nos fins de semana também abre para jantar e frequentemente abriga pequenas apresentações musicais. O couvert artístico fica em torno de R$ 5. Nas noites de sábado, também rola pizza vegana. 

(Foto: Reprodução/Instagram)

 

O Health Valley é para os que querem comer muito pagando pouco. O bufê do tipo se empanturre à vontade quantas vezes quiser custa R$ 20, com direito a suco e frutas de sobremesa. Do tipo bandejão, sem requinte, tem ambiente bastante quente. Mas é o melhor custo benefício que você vai encontrar para o almoço. O menu vegetariano inclui saladas, grãos, opções com soja. Os pratos quentes são bastante condimentados, então tome cuidado se for mais sensível. Quinta-feira é dia de comida baiana. Se não quer sair da terra sem provar as iguarias locais, deixe para ir lá nesse dia.  Dá para ser incluído facilmente no dia em que vai se dedicar a conhecer o Pelourinho. De lá, dá até para ir a pé: são 1,3km até a Praça da Sé e pelo caminho você verá o intenso comércio popular da cidade, além da Praça Castro Alves. 

O B-Vegan é para os amantes de hambúrguer. E o melhor: fica bem pertinho do Farol da Barra. Dá para passar lá depois daquele pôr do sol ou de um dia de praia no Porto da Barra. As opções variam entre lentilha, feijão preto com curry e feijão fradinho com leve toque de dendê (lembra acarajé!) servidos em pães bem fofinhos, de beterraba, espinafre ou integral (R$ 16). Tem também o falafel: três bolinhos de grão de bico enrolados no pão sírio (R$ 18). Depois é só escolher o molho: ervas, azeitonas, veg alioli ou veg maionese. Para acompanhar, fritas vêm com páprica defumada (R$ 6) e são de lamber os dedos! Prove os doces, pois apesar de não serem a especialidade da casa, não deixam nada a dever aos sanduíches. A trufa de amendoim (R$ 5) é genial. 

(Foto: Reprodução/Instagram)

 

Embora não seja exclusivo, o Shanti tem opção vegetariana de terça a domingo (R$ 39), para o almoço. Inaugurada em setembro de 2016, em um charmoso sobrado no Rio Vermelho, o restaurante é muito bem decorado e tem um atendimento excelente, que tornam o conceito do menu ainda mais interessante. É uma delícia ser recebido com um cházinho gelado num dia de forte calor e sentar no nível do chão. A casa serve por dia um menu com influências de um lugar do mundo: África, Indonésia, Índia, Marrocos, Japão, Tailândia e China. Só não vá esperando sushi e rolinho primavera. O sistema não é fixo por dia, de modo que, se quiser, você pode comer seis dias seguidos no Shanti e ainda assim desfrutar diferentes pratos. Se quiser se programar, basta dar uma olhada no perfil do Instagram @shantirestaurante no início da semana. Mas também é uma delícia chegar e ser surpreendido pelo cardápio do dia.

(Foto: Reprodução/Instagram)

 

Inicialmente, o projeto comandado por José Morchon e Juli Holler, do famoso mediterrâneo La Taperia, funcionava apenas para almoço. Mas depois de quase um ano de sucesso, a casa também serve o chá da tarde, das 15h às 17h30, com wraps, bolos, quiches e cafés.  Assim dá pra passar lá depois de uma visita Casa do Rio Vermelho, onde moraram Zélia Gattai e Jorge Amado, que fecha às 17h. Às quartas, a entrada é gratuita. 

Tradição é tradição
Na verdade, vegetarianos – até mesmo os estritos - não chegam a passar aperto por aqui se curtirem dendê. Afinal, o acarajé, iguaria encontrada em qualquer esquina, é por natureza vegetariano. O bolinho é feito com feijão fradinho e cebola. Para evitar ingredientes de origem animal, basta pedi-lo com salada e pimenta. Indicamos um muito bom, que fica fora do circuito mais conhecido de baianas

Já o abará, outra comida vendida pelas baianas nos tabuleiros, leva tradicionalmente na massa camarão seco. Também à base de feijão fradinho, o bolinho é cozido, enrolado na palha de bananeira. Mas se a ideia é só sair da cidade depois de experimentar os principais itens da culinária local, dá para encontrar abará sem camarão em casas voltadas ao público vegetariano. 

(Foto: Reprodução/Instagram)

 

Uma delas fica na Pituba, bairro que não tem muitos atrativos para os turistas, além de restaurantes, lojas e feiras de rua que eventualmente aportam nas praças com programação musical, gastronomia e artesanato. O Veganza é um empório (enorme!) de produtos vegan, que também funciona como restaurante e lanchonete. A qualquer hora, é só chegar no balcão e pedir um abará (R$ 7, a unidade). O cardápio da casa também inclui sanduíches, milk-shakes, salgados e tortas. Tem até sorvete de máquina. Das 11h às 15h, o menu inclui também almoço. A cada dia, uma opção diferente de prato principal (aproximadamente 500g) mais salada sai por R$24,00. A estrela do sábado é uma deliciosa feijoada.  

Na Chapada Diamantina, indicamos uma experiência gastronômica vegetariana. Se for esticar a viagem para os lados de lá, vale a pena conhecer.

Se ligue!
B-Vegan @bvegan.gastronomia
Rua Dias D'Ávila, 101, Barra
Terça a domingo, 16h às 22h 

Health Valley
R. Direita da Piedade, 17, Piedade, Salvador 
Segunda a sábado, 11h às 151h /  71 3329-2176

Rango Vegan @cooperativarangovegan
Rua do Passo, 62, Santo Antônio, Salvador
Domingo e segunda, 12h às 15h; terça a sexta, 12h às 20h; sábado,12h às 23h / 71 3488-2756
71 98601- 9673 

Veganza Salvador  @veganzaemporiosalvador
Rua das Hortênsias, 988-A, Pituba, Salvador
Segunda a sexta, 9h às 21h; sábado, 9h às 17h / 71 98184-1551

Shanti @shantirestaurante 
Rua João Gomes, 10, Rio Vermelho, Salvador / 71 3011.2646
Terça a sexta, 12h às 17h; sábados e domingos, 12h às 16h

Preços e serviços apurados em setembro de 2017

Whatsapp

Galeria

Suba 100: mountain bike no Vale do Jiquiriçá
Pensou em praia? Veja algumas das mais bonitas
Ver todas as galerias

Eu fui!