29 de Setembro de 2020

Em Ouro Preto (MG), ministro anuncia Plano Nacional de Retomada do Turismo

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, anunciou nesta quinta-feira (03.09), no Museu da Inconfidência, em Ouro Preto (MG), o Plano Nacional de Retomada do Turismo. A iniciativa faz parte das diversas ações adotadas pelo MTur para diminuir os impactos da pandemia de coronavírus. Durante a agenda institucional, o ministro e o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, assinaram um protocolo para o desenvolvimento do setor audiovisual no estado. As atividades terminaram com um show de luzes no Centro Histórico da cidade mineira.

Também estiveram presentes na cerimônia o secretário-executivo do MTur, Daniel Nepomuceno; o secretário nacional de Desenvolvimento e Competitividade do Turismo, William França; o secretário de Estado de Cultura e Turismo de Minas Gerais, Lêonidas Oliveira; o presidente do Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM), Pedro Mastrobuono; o diretor-presidente da Agência Nacional do Cinema (Ancine), Alex Braga; e o presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Sérgio Gusmão.

Durante a solenidade de anúncio do Plano, o ministro Marcelo Álvaro Antônio ressaltou a relevância do retorno responsável das atividades do setor, especialmente para todos que sofrem há meses com a paralisação do turismo e da cultura. “Viemos de um ano de sucesso para o turismo. O ano de 2019 foi marcado por recordes e conquistas históricas, mas, infelizmente, fomos surpreendidos por uma pandemia sem precedentes. Por isso esta noite é tão importante: este é o marco da retomada do turismo no nosso país”, declarou o ministro.

Álvaro Antônio destacou ainda a importância que o Turismo e a Cultura têm na recuperação econômica do Brasil. “Nosso trabalho não para por aqui e em breve teremos mais novidades para compartilhar. Sempre com foco em garantir a recuperação econômica e inclusão social dos milhões de brasileiros afetados por essa situação”, disse. “Como o presidente Bolsonaro sempre fala: Nenhum brasileiro ficará para trás!”, concluiu.

Como parte dos anúncios previstos, o Ministério do Turismo também garantiu o repasse de R$ 3 milhões para o Programa Minas pra Minas com o objetivo de divulgar os destinos locais e impulsionar o turismo regional. A ação faz parte dos 300 anos do estado, comemorado em dezembro. Na ocasião, também foi entregue ao presidente do Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG), Sérgio Gusmão, um cheque alusivo aos valores que o agente financeiro vai destinar para o setor via Fungetur. O BDMG já recebeu R$ 90 milhões e já tem empenhado mais R$ 300 milhões para operações de crédito.

Whatsapp

ÚLTIMOS POSTS

Galeria

Suba 100: mountain bike no Vale do Jiquiriçá
Pensou em praia? Veja algumas das mais bonitas
Ver todas as galerias

Eu fui!