07 de Julho de 2020

Low cost apresenta plano para atuar no mercado doméstico do Brasil

O Brasil pode ter, em breve, a primeira empresa aérea low cost operando voos domésticos. A JetSMART, que já oferece voos entre Chile, Argentina e Brasil, apresentou à Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) um plano de operação no mercado interno de aviação comercial. O importante anúncio vai ao encontro das expectativas para a futura retomada do setor após a pandemia de Covid-19 e a priorização, pelos turistas, das viagens nacionais.

A JetSMART, companhia sul-americana fundada pela empresa de capital privado Indigo Partners, mantém operações no Chile, Argentina e Peru. A empresa confirmou à Reuters a intenção de operar voos domésticos no Brasil. Outras três aéreas do gênero já atuam no Brasil em linhas internacionais: a argentina Flybondi, a norueguesa Norwegian Air e a chilena Sky Airline.

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, destaca que a possível operação de low costs no Brasil reforça o trabalho voltado ao aumento da conectividade aérea e à retomada do setor após a pandemia. “O estímulo à competitividade é uma das medidas para estimular a queda no preço das passagens. Entendemos que a retomada do setor será por meio de viagens nacionais e a chegada da JetSMART amplia a malha aérea e traz mais ofertas de baixo custo”, disse o ministro.

O CEO da JetSMART, Estuardo Ortiz, se comunicou por nota. “Embora a pandemia tenha reduzido substancialmente a demanda, ainda estamos analisando novas operações na região, apesar de seguirmos o formato e a velocidade da recuperação do mercado no Brasil e em outros países”.

Whatsapp

ÚLTIMOS POSTS

Galeria

Suba 100: mountain bike no Vale do Jiquiriçá
Pensou em praia? Veja algumas das mais bonitas
Ver todas as galerias

Eu fui!