17 de Agosto de 2018

Queridinho dos jovens no Rio Vermelho, Chupito é ponto de encontro e até balada na rua

Nas noites de quinta-feira a sábado, não dá pra passar pela Praia da Paciência, no Rio Vermelho, em Salvador, e não notar o Chupito. Aberto há dois anos, o bar caiu no gosto dos jovens, que disputam drinques no balcão e se aglomeram na rua, num clima de paquera e festa de rua que só os baianos sabem fazer. 

O nome de batismo do bar indica logo a especialidade da casa: chupito, em espanhol, é um drinque pequeno, servido em copo de dose. O local é mais uma ideia bem-sucedida do chef espanhol José Morchon, nome por trás dos restaurantes Shanti e La Taperia, no mesmo bairro. 

Divididos entre fracos, médios e fortes: drinques são servidos em copos de dose
(Fotos: Reprodução)

 

Em uma lista escrita a giz na parede aparecem 26 composições, caso da que reúne gim Gordon’s, limão e gengibre (R$ 7,00). Para quem quer pegar leve, a sugestão é o copinho preenchido com Sprite, Curaçau blue e limão (R$ 5,00). 

O lugar é pequenininho, mas quem precisa de muito para uma noitada de verdade, não é mesmo? Um balcão, poucas mesas para apoiar as bebidas e uma varandinha compõem o bar, que tem a carta de bebidas escritas na parede. São 26 drinques dividos em fraco, médio, forte e super forte. O preço também varia em função do teor etílico, de R$ 5 a R$ 10. As combinações trazem bebidas consagradas como negroni, aperol, espumante e laranja e misturas autênticas, como sakê, frutas vermelhas e pimenta rosa. 

Ambiente descolado, do tipo sempre cabe mais um

 

O Chupito oferece ainda opção para matar a fome. São cinco sanduíches, entre eles um recheado de tortilha de batata, aïoli, alface e cebola caramelada (R$ 15). 

Embora seja apertadinha, quase sempre a casa tem DJ tocando música banaca, nacional ou internacional. O esquema é na base do "Pague Quanto Puder" ou quanto achar que o DJ merece. Basta colocar a contribuição na caixinha do DJ ou entregar no caixa, usando débito, crédito, dinheiro ou aquela ficha que você comprou e não consumiu. 

Carta de drinques na parede: são 26 opções para todos os gostos

 

Os frequentadores são encorajados a deixar recados e mensagens na paredes. Nos fins de semana, até as 22h o clima é tranquilo e dá para circular bem. Depois disso, o espaço fica lotado e já viu, né?  Então a dica é usar o Chupito como esquenta e ponto de encontro da galera para outras festas e shows do boêmio Rio Vermelho. Ou então ficar na porta mesmo… 

Chupito @chupitobar
Rua da Paciência, 68, Rio Vermelho, 71  99125-3958. 
Domingo a quarta, 20h às 2h; quinta a sábado, até 3h30

Whatsapp

ÚLTIMOS POSTS

Galeria

Suba 100: mountain bike no Vale do Jiquiriçá
Pensou em praia? Veja algumas das mais bonitas
Ver todas as galerias

Eu fui!