20 de Novembro de 2018

Visite o Ilê Axé Opô Afonjá e conheça mais sobre as religiões de matrizes africanas

Se o que te traz à Bahia é o interesse pelas religiões de matriz africana, tem um lugar que você precisa conhecer: o Ilê Axé Opô Afonjá. Fundado em 1910 e tombado pelo Iphan em 2000, o terreiro de candomblé é um dos mais tradicionais da capital baiana

Ilê Axé Opô Afonjá foi fundado em 1910 e tombado em 2000
(Foto: Antônio Milena/ Agência Brasil)

 

O Ilê Axé Opô Afonjá está localizado no São Gonçalo do Retiro, que integra o Cabula. Aproveite que o bairro não é nada turístico para ver de perto o movimento que rege as periferias soteropolitanas, casas   amontoadas, vendedores de frutas nos passeios, gente andando pelas ruas em meio aos carros. Como é necessário sair da rua principal, prefira ir de Táxi ou uber, assim você já para dentro do Axé.  

O terreiro ocupa uma área de cerca de 39 mil m2. As construções de uso religioso - Santuários de Oxalá e Iemanjá, Casa de Xangô, o barracão - e habitacional ocupam aproximadamente 1/3 do total do terreno, em sua parte mais alta e plana. O restante é ocupado pela área de vegetação densa que constitui, atualmente, o único espaço verde das redondezas. 

Casa de Xangô: uma das construções na área de 39 mil 
(Foto: Reprodução/Iphan Bahia)

 

Durante o dia, o movimento de pessoas é grande, seja dos que habitam a casa e ali cumprem suas obrigações religiosas, seja de moradores das redondezas, como alunos que frequentam a Escola Municipal Eugênia Anna dos Santos, instalada na área do terreiro. Uma estátua de Iansã, feita em bronze pelo escultor Tati Moreno (também autor dos orixás do Dique do Tororó), é outro destaque do terreiro, que se tornou em poucos anos parada obrigatória para fotos. 

Escultura de Xangô: presente de Tati Moreno
(Foto: Reprodução/Iphan Bahia)

 

O lugar é lindo e, numa visita durante o dia, já dá para sentir a energia. No entanto, se você quer uma experiência completa, precisa assistir a uma das cerimônias públicas e abertas a turistas. Para isso, é necessário combinar sua estadia em Salvador com o calendário de festas da casa. Veja abaixo o calendário 2018, mas é bom acampanhar a página no Facebook para saber se haverá alteração. Isso é possível, com eventos como o falecimento de integrantes da casa.

 

Em geral, as cerimônias começam às 19h e se estendem até tarde da noite. Cada festa tem suas particularidades, com danças, músicas cultos e comidas para uma divindade. É indicado vestir roupas claras (nunca preto) e proibido fazer registros em foto ou vídeo. Além disso, vá munido de muito respeito à crença. É muito difícil não se emocionar. 

 

Se ligue!
Ilê  Axé Opô Afonjá / Facebook / 71 3384-5229 
Rua Direta de São Gonçalo do Retiro, 557, Cabula, Salvador 

Whatsapp

ÚLTIMOS POSTS

Galeria

Suba 100: mountain bike no Vale do Jiquiriçá
Pensou em praia? Veja algumas das mais bonitas
Ver todas as galerias

Eu fui!