25 de Setembro de 2018

São João pede licor! Conheça o de Roque Pinto, em Cachoeira

Na Bahia, uma coisa é certa: basta a temperatura cair um pouco para o povo começar a pedir um copinho de licor pra aquecer. E alguns dos mais famosos vêm do Recôncavo. Em Cachoeira, um dos mais tradicionais da cidade é o Licor de Roque Pinto, que já tem os títulos de centenário e de patrimônio cultural de Cachoeira. A produção familiar já está na terceira geração. Mas não é preciso esperar o frio ou o São João chegarem… dá pra tomar licor e conhecer a produção artesanal em qualquer época do ano. 

Na terceira geração, produção continua artesanal
(Foto: Reprodução)

 

Se estiver em Cachoeira ou por perto, vale a pena conhecer a fama de Roque Pinto. Na loja, o balcão é apertado e muito disputado entre maio e junho, mas sempre dá pra pedir pra experimentar antes de levar para casa. Também peça para visitar a produção, que fica nos fundos. Só tome cuidado para não sair um pouco alto, depois de provar os variados sabores. Pense numa fruta? É provável que encontre uma bebida docinha e no ponto. A variedade inclui jabuticaba, cupuaçu, cajá, maracujá, jenipapo, açaí, graviola, ameixa, limão, gengibre… Alguns deles você encontra nas opções licor fino ou cremoso. Capuccino, café, chocolate, amendoim e menta também surpreendem na cremosidade. 

Visita a produção na fábrica, aos fundos da loja 
(Foto: Reprodução)

 

As garrafas variam entre R$ 8 e R$ 12, mas o preço pode subir um pouco no período junino, quando a procura é grande. Nessa época, são produzidas 80 mil garrafas com o trabalho de 50 funcionários. Aproveite para levar de lembrança para os amigos, no retorno da viagem. Eles com certeza vão adorar. 

Se Ligue!
Licor de Roque Pinto
Rua Rodrigo Brandão, 16, Centro, Cachoeira 
Diariamente, das 6h às 18h

Whatsapp

Galeria

Suba 100: mountain bike no Vale do Jiquiriçá
Pensou em praia? Veja algumas das mais bonitas
Ver todas as galerias

Eu fui!