20 de Novembro de 2018

Gosta de cachaça e infusões? Bar O Cravinho é ponto de encontro dos soteropolitanos no Pelô

Seja a garrafa de plástico, louça ou um copinho de café, no bar O Cravinho o que importa é o conteúdo. A fama das infusões - de chacaça, frutas e plantas -  da casa corre o mundo. A mais vendida, claro, dá nome ao bar localizado no Terreiro de Jesus, no Pelourinho, em Salvador.

O cravinho caiu no gosto dos jovens que adoram comprar uma garrafa de meio litro por R$ 14 e varar a noite nas festas do Centro Histórico, mas também agrada quem aprecia a marvada da cachaça. A dose também é vendida por R$ 4, mas se a intenção é se embriagar, não vale a pena.

Infusão de cravo é a mais pedida no tradicional bar, no Pelourinho
(Foto: Verena Paranhos)

 

Barris de madeira espalhados por toda a parte mostram que a produção é grande e as infusões levam tempo para ficar prontas. São um charme a mais na decoração simples, toda de madeira. Das torneirinhas, saem sabores como Capim Santo, Casca de Lima, Erva Doce, Jatobá e Gengibre. É possível também fazer misturas ao gosto do freguês. 

De cada torneira um tipo de infusão: o cliente pode misturar como quiser
(Foto: Verena Paranhos)

 

Pela excelente localização, o bar O Cravinho é usado como ponto de encontro dos boêmios e também como lugar para aquele esquenta da galera. Nos fins de semana e dias de festa, o balcão do Bar é um espaço pra lá de disputado. Tem que ir se chegando até alcançá-lo e fazer o pedido para beber ali mesmo, no ambiente calourento e pouco iluminado, ou sair pelas ruas do Pelô com a bebida na mão. No balcão são servidos tira gostos com cara gordurosa, como moela e peixe frito. 

Sempre cabe mais um: salão é disputado nos dias de festa
(Foto: Verena Paranhos)

 

Mas se a intenção for realmente comer, não pare no Bar, entre no salão que fica no fundo e abre às 15 horas. Igualmente disputado nos dias de festa, o local oferece um cardápio mais amplo, em que os camarões são protagonistas. O camarão encapotado é forte candidato ao melhor que você  já comeu: com massa cremosa por dentro e cobertura crocante de tapioca por fora. A porção com oito custa R$ 25. Arrumadinho (R$ 34), carne defumada (R$ 30) e caldo de sururu ou de camarão (R$ 8) são outras opções. Preste atenção no molho lambão que acompanha os pedidos. Na Bahia, a verdadeira pimenta é assim, com bastante cheiro verde. 

Para quem gosta de pimenta: molho lambão acompanha os pratos do restaurante
(Foto: Verena Paranhos)

 

Ao lado da entrada principal, uma porta dá acesso à loja, que vende as bebidas em embalagens mais elaboradas, ideais para presentear. Se você estava querendo fugir dos tradicionais suvenires, tá aí uma coisa diferente, de qualidade e que tem tudo a ver com Salvador. Os preços variam de R$ 20 a R$ 60. Mas se a ideia é estocar para consumo próprio, invista nas embalagens plásticas mesmo. 

Na loja: garrafas de diversos materiais, formatos e tamanho para presentear
(Foto: Verena Paranhos)

 

Se Ligue!

Bar O Cravinho
Terreiro de Jesus, Pelourinho
Bar: Diariamente, 10h às 22h
Restaurante: Diariamente, 15h às 22h
Loja: Diariamente, 11h30 às 22h

Preços e serviços apurados em março de 2018

Whatsapp

ÚLTIMOS POSTS

Galeria

Suba 100: mountain bike no Vale do Jiquiriçá
Pensou em praia? Veja algumas das mais bonitas
Ver todas as galerias

Eu fui!