17 de Outubro de 2018

Moqueca de camarão com um tchan a mais, só no Restaurante Sombra da Mangueira

Na Bahia, todo mundo sabe que moqueca que é moqueca leva dendê e leite de coco na receita. Mas um restaurante no Litoral Norte (BA-099) chama a atenção por acrescentar ao tradicional prato da terra dois ingredientes que à primeira vista soam bem excêntricos. 

Queijo coalho e requeijão cremoso dão aquele “tchan” na moqueca de camarão (R$ 94) do Restaurante Sombra da Mangueira, em Diogo, a 77 km do aeroporto de Salvador. E não é que fica bom mesmo¿ Para quem prefere não inovar, o cardápio também oferece os crustáceos graúdos, sem invencionices (R$ 84). Os pratos vêm acompanhados de arroz, pirão, farofa e são indicados para duas pessoas. Bem servidos que são, matam a fome de até três pessoas. 

Vale provar a moqueca de camarão leva queijo coalho e requeijão cremoso
(Foto: Reprodução/Instagram)

 

Na casa, os frutos do mar são reis. Como entrada, a casquinha de siri R$ 13 (individual) é uma excelente pedida, com farofa e limão. Outra opção de lamber os beiços é a mariscada, prato que reúne peixe, camarão, lagosta e mariscos: R$ 168 (para três pessoas) e R$ 121 (para dois). Por lá também dá para encontrar moqueca de pitu (R$ 130, para dois), nome do camarão de água doce, maior que o mais conhecido primo do mar. 

O Sombra da Mangueira também tem opções para quem não curte mariscos. Não se arrependerá ao pedir filé com fritas (R$ 73, para dois), a carne é macia e saborosa.

Casquinha de siri é uma excelene opção de entrada 
(Foto: Reprodução/Instagram)

 

Para refrescar o calor, as caipiroscas da casa são super indicadas. Experimente a de coco (R$ 12 ou 16, dependendo da vodca), que você não vai encontrar facilmente em outros lugares. A bebida é a favorita da cantora Claudia Leitte. 

A roska de coco, do Sombra da Mangueira, é a bebida favorita da cantora Claudia Leitte
(Foto: Reprodução/Instagram)

 

Almoçar no Sombra da Mangueira é uma delícia, não só pela comida. Como o nome já diz, boa parte da área do restaurante é coberta por uma mangueira gigante. No verão, as frutas maduras caem e são amparadas por uma rede de proteção para não atingirem os fregueses. Especialmente nos fins de semana, é bom chegar cedo, para garantir um lugar logo. O restaurante é simples, com mesas e bancos de madeira, e chão de areia. 

Uma mangueira frondosa batiza o restaurante e acolhe seus visitantes
(Foto: Reprodução/Instagram)
 

 

Na alta estação, a espera pode ser grande.  Há quem saia de Salvador só para almoçar lá e retornar em seguida, acredita¿ Muita gente que está hospedada na Praia do Forte, Imbassái ou Guarajuba também costuma almoçar por lá. Mas vale a pena dar uma chance a Diogo e conhecer também o vilarejo. Mas isso é assunto pra outro post. 
 

Se ligue!
Restaurante Sombra da Mangueira @restsombradamangueira, Diogo, Litoral Norte / 71 3667-3810

Preços e serviços apurados em dezembro de 2017

Whatsapp

Galeria

Suba 100: mountain bike no Vale do Jiquiriçá
Pensou em praia? Veja algumas das mais bonitas
Ver todas as galerias

Eu fui!