20 de Setembro de 2019

As feiras que conquistaram os soteropolitanos vão te conquistar também

De uns três anos pra cá, Salvador passou a viver um movimento de ocupação de ruas e praças públicas que tem as feiras como protagonistas nos fins de semana. Basicamente, esses eventos reúnem gastronomia, música e arte em um só lugar. Realmente, o soteropolitano abraçou as feirinhas, espaços de lazer a céu aberto que têm tudo para agradar visitantes também.

Nesses locais, dá para provar da gastronomia que faz sucesso na cidade com um preço mais acessível, afinal muitos restaurantes conhecidos têm estandes nas feiras e vendem porções menores que você sai comendo em pé ou até pode estender uma canga na grama e se deliciar com a brisa do vento. Outra coisa interessante é deitar e rolar nas feiras para comprar lembrancinhas, roupas e peças de decoração cheias de baianidade e diretamente de quem faz. As feiras também são espaços bacanas para levar crianças, que sempre têm programação dedicadas a elas, como brincadeiras e animação. 

Esses eventos têm periodicidade variada e alguns deles também mudam, a cada edição, de lugar – alguns até invadem centros culturais –, o que pode possibilitar ao viajante conhecer um bairro que não é tão turístico assim, mas esbanja, por exemplo, charme ou boemia. Como não é fácil saber onde esses eventos vão aportar, a melhor forma de incluir pelo menos um deles no roteiro é acompanhando os perfins no instagram. Nos dias que antecedem o fim de semana de passagem pela cidade, basta olhar a rede social e ver onde as barraquinhas serão montadas. Por isso, separamos xxx perfis de feiras para você seguir e dar aquela incrementada nos dias que passar na capital baiana. 

Salvador Boa Praça @ssaboapraca

Foto: Reprodução/Instagram

A Salvador Boa Praça ficou conhecida por levar vida à Praça Ana Lúcia Magalhães, na Pituba, mas também já passou por outros espaços no mesmo bairro, como a Praça Nossa Senhora da Assunção. O importante é ter árvore, sombra e área para a galera se espalhar. Com gastronomia, moda, shows e atividades culturais, o espaço é muito eclético e ponto de encontro de pessoas de todas as idades. Depois de um tempo, o evento começou o aquecimento para retornar com fôlego em nova temporada. 

A Feira @a_feira

Foto: Reprodução/Instagram

 

Desde 2014, A Feira reúne quem busca um espaço de compras e diversão ao ar livre. O evento começa de manhã, às 9h, com atividades como aulas de ioga, brincadeiras infantis, jardinagem e nos fins de tarde apresenta pocket shows de artistas que se destacam na cena soteropolitana. Com periodicidade é quinzenal, é a que mais “passeou” pela cidade. Além de ocupar diversos espaços do centro, já fincou barracas de Stella Maris à Ribeira, incluindo Jardim dos Namorados e Imbuí. E até teve uma edição especial na Feira de São Joaquim. 

Pedra Papel Tesouro  @ppt.feira

Foto: Reprodução/Instagram

 

A Pedra Papel Tesouro é uma feira de arte, paisagismo e impressos que reúne uma galera mais descolada e alternativa. Também tem opções de comida, em geral, coisas mais leves. Com certeza você vai sair de lá com um achado que fará a diferença na decoração da sua casa e, o melhor, comprado diretamente das mãos do artista ou designer que assina a peça. Assim, dá pra trocar uma ideia na hora de se decidir. Apesar de ser indoor, a feira respira liberdade. O evento é mensal e costuma ocupar centros culturais. Já passou pelo Goethe Institut (Corredor da Vitória), Palacete das Artes (Graça) e Palácio da Aclamação (Campo Grande), ou seja, lugares inspiradores e cheio de vida. 

 

Coreto Hype @coretohype

 

Essa assume que é hype já no nome. Bem descolada, o evento reúne criativos de moda, música, arte, gastronomia, sustentabilidade e programação infantil.  A Coreto Hype nasceu em Salvador, onde ocupa praças em diversos bairros, mas já aportou até em Imbassaí, balneário que pertence ao município de Mata de São João, no Litoral Norte. O evento é mensal, mas não se surpreenda se a Coreto rolar duas vezes por mês, por isso vale ficar ligado. 

Feira da Fuzarca @feiradafuzarca

Um dia por mês, a Feira da Fuzarca ocupa a Tropos Co., no Rio Vermelho, um dos espaços de coworking mais bacanas da cidade. De cervejas artesanais a receitas tradicionais, o evento apresenta um cardápio variados, além de roupas e artesanatos. Tudo regado à música. 

Preços e serviços apurados em setembro de 2017

Whatsapp

Galeria

Suba 100: mountain bike no Vale do Jiquiriçá
Pensou em praia? Veja algumas das mais bonitas
Ver todas as galerias

Eu fui!